Canadá: expectativa e mais providências para o embarque

Hoje estamos naqueles dias de alta expectativa e ainda muitas tarefas antes do nossos embarque.

É incrível como, por mais que a gente se planeje, sempre surgem demandas de última hora.

Vamos começar a maratona de festas e encontros de despedida – tem a da empresa, tem com amigos, tem com a família e agora nosso filho também resolveu chamar vários amigos aqui para casa, todos os dias, para ir fazendo despedidas diárias. Ou seja: vai ser casa cheia de pre-teens todos os dias até o embarque. Haja energia, meu povo! 🙂

Como as aulas estão terminando, ainda falta traduzir o histórico final do nosso filho. Vai ser bem em cima da hora mesmo. Fiquem atentos a isso na hora do seu embarque para o Canadá ou qualquer outro país caso tenha filhos em idade escolar e já deixe a data negociada com o tradutor, em especial se sua cidade não tiver grande oferta de tradutores.

Bom, ao menos as malas já estão prontas. Ou não (bem Caetano, né?). Isso porque vamos dar uma revisada e ainda temos que organizar as bolsas de viagens e malas de bordo com documentos. Ah, dica importante: seus documentos devem ir na mala de bordo, nada de despachar documentos, hein? Não apenas os documentos que precisamos para apresentar na Imigração no Aeroporto, mas também as traduções juramentadas e documentos escolares. Tudo deve ir com você, em mãos.

Ainda sobre a mala de bordo, planeje. Se você sairá do Brasil no Verão chegará no Canadá no frio do Inverno. Então é bom pensar com antecedência como vai “compactar” seu casaco, como levar sua bota caso já tenha e que tipo de roupa vai vestir no avião para facilitar a troca quando chegar ao aeroporto. Só de botar a cara para fora do saguão do aero para pegar o táxi ou transfer já pode dar uma congelada “básica” no cérebro, né?

Outra dica prudente que aprendemos com nossos avós e pais: faça cópias de passaporte e vistos e coloque em malas e em bolsas diferentes. Nunca se sabe e se tiver um extravio você tem um back up.

Também vale você scanear e manter cópias eletrônicas de todos os seus documentos pessoais e escolares nas nuvens. Um dica simples é enviar para você mesmo por e-mail e com isso você pode consultar até pelo celular – isso já nos salvou de várias situações, até mesmo no Brasil.

Já falamos em outro post sobre a necessidade de providenciar as devidas procurações, em especial a Procuração de Plenos Poderes, para deixar pessoas de confiança autorizadas a representar você e seus interesses no Brasil. No nosso caso ficou para cima da hora, mas não recomendamos que ninguém deixe para fazer procurações a poucos dias da viagem. E exatamente hoje foi nosso dia de começar a “saga” do cartório.

Gente, como o Brasil é burocrático!

Mesmo indo em um cartório privado, organizado, confortável, prepare-se, pois você pode perder facilmente um dia ou um turno inteiro. Para fazer a Procuração Pública de Plenos Poderes, lembre de levar os devidos documentos:

– Carteira de identidade original recente (menos de 10 anos) em ótimo estado (vimos uma moça ter sua procuração negada pelo estado do RG). Certifique-se que seu RG tem o número do seu CPF e se não tiver leve o próprio CPF ou sua CNH atual e válida.

– CHN atual e válida – é prudente levar, além do RG.

– Cópia do RG e CPF ou RG que tenha o número do CPF da(s) pessoa(s) que você deixará como seu procurador.

– Seu endereço residencial completo no Brasil com CEP e o da(s) pessoa(s) que será seu procurador.

– Todos os números e dados de suas contas bancárias.

– Se você possui um veículo que ficará no Brasil, leve o documento, pois os dados entram na procuração.

Depois de preparar a procuração, o tabelião vai emitir uma guia e você pagará cerca de R$ 55,00. Após pagar a guia na Lotérica ou na Caixa, (yes, my friend, não paga no cartório) você retorna ao cartório para retirar a procuração. Fique atento aos horários de funcionamento!

A tabeliã recomendou fazer uma xerox autenticada e deixar com a outra pessoa, por exemplo no caso de sua procuração incluir dois procuradores. Ou mesmo ter uma cópia com outra pessoa de confiança. Nós também achamos prudente digitalizar e levar com você nos seus arquivos.

Para a procuração de empresa, além de todos os documentos e dados acima, você ainda terá que levar as cópias do Contrato Social e todas as alterações.

Também lembre de deixar cópias autenticadas de seus documentos pessoais com seus procuradores, eles podem precisar na sua ausência do Brasil para uma infinidade de coisas.

Enfim, planeje-se, a coisa não é rápida!

Pra gente faltam poucos dias e a expectativa só aumenta. E você, como está se planejando ou como se planejou? Compartilhe conosco, deixe seu comentário. Esperamos que esse post possa ajudar as famílias que estão se preparando para morar fora do Brasil. Respire fundo: vai dar tudo certo e vai ser massa! 🙂

 

Anúncios

Deixe uma resposta