Perrengues na locação do seu imóvel em Toronto e demais cidades de Ontário. Veja onde e como defender seus direitos.

O assunto do post de hoje não é dos mais agradáveis, mas é um alerta importante para quem quer morar no Canadá. Achar um lugar para morar, alugar uma casa ou condo, especialmente em Toronto, não é tarefa fácil.

Como recém-chegados no Canadá, nos sentimos inseguros em relação aos nossos deveres e direitos na locação de um imóvel.

São diversas exigências, não apenas de comprovação de renda e emprego, mas muitas vezes com a obrigação de pagamentos de vários meses adiantados.

Mesmo na locação de quartos em “home stay” ou em sites de temporada surgem problemas. São muitas as histórias de dificuldades, perrengues e fraudes. Situações complicadas, complexas e até surreais.

pexels-photo-551588.jpeg

Pelas nossas pesquisas pré-Canadá, nós estávamos alertas, pois havíamos lido muito a respeito do assunto. Porém, quando a coisa acontece conosco a gente começa a se questionar onde foi que errou – e começa aquela crise imigratória básica.  🙁

Mesmo com toda precaução, nós passamos por um problema muito desagradável em nosso housing em Toronto. Resumo da ópera: alugamos, à distância e ainda no Brasil, e pagamos, antecipadamente, 2 meses de aluguel e mais uma taxa de limpeza para locação de uma casa que parecia ótima.

Mas, ao chegarmos na casa, descobrimos que o imóvel estava em péssimo estado de conservação e ainda tinha um inquilino desconhecido no basement – e não fomos avisados sobre isso quando alugamos a casa toda, haviam nos dito que o porão era usado para guardar pertences da dona da casa. Fomos maldosamente enganados, passamos por uma situação tensa e angustiante, mas que nos rendeu muitos aprendizados.

Registramos toda a situação da casa em fotos e vídeos. No dia seguinte à nossa chegada, enviamos um e-mail e ligamos para a corretora para tentar anular o contrato e receber nosso dinheiro de volta, já que havíamos sido ludibriados. E então começou a batalha para tentar minorar nosso prejuízo.

Aliás, essas são dicas importantes: registre qualquer problema que você enfrente no imóvel alugado com fotos, vídeo e sua queixa ou situação sempre descrita por e-mail ou mensagem escrita.

Deixamos a casa 3 dias após nossa chegada e nos mudamos para outro imóvel onde estamos bem até hoje.

Procuramos o Consultado do Brasil em Toronto e fomos prontamente atendidos. O Consulado nos recomendou procurar o LTB – Landlord and Tenant Board, inclusive, um conhecido nosso teve um problema com o home stay dele, foi até a Polícia e eles também indicaram o Board.

O Landlord and Tenant Board uma espécie de Juizado de Pequenas Causas especializado em questões que envolvem locações de imóveis na província de Ontário.

sjto-logo_en

Nós fizemos nosso “dever de casa”: procuramos informações no site do LTB (lemos tudo e tem que ler mesmo), lemos sobre a RTA (lei que regula as locações), entendemos melhor nossos direitos e deveres e também ligamos para o serviço de atendimento do Board para tiramos mais dúvidas. Mas, mesmo assim, nos sentimos confusos. Então fomos pessoalmente a um dos escritórios do LTB em North York, Toronto e fomos super bem recebidos. Aliás: nada como falar com um ser humano real, contar seu problema e pedir ajuda !

No LTB, eles nos deram algumas orientações preliminares no balcão e nos indicaram os formulários para preencher. Ainda no balcão eles se mostraram bem chocados com a situação, em especial quando viram as fotos da sujeira da casa.

O pessoal do LTB nos alertou que são muitos e frequentes os problemas entre tenants e landlords no Canadá. Eles falaram com todas as letras: as pessoas mentem, enganam e fraudam, mas estamos aqui para ajudar e orientar.

Ainda no LTB eles nos indicaram falar com as Advogados que trabalham lá mesmo e prestam atendimento gratuito. Fomos, mais uma vez, bem recebidos e obtivemos todas as orientações sobres nossos direitosdeveres, como escrever a reclamação, agendar a audiência e demais trâmites.

Mais seguros com as orientações recebidas do LTB e dos advogados, começamos a pressionar a corretora e a proprietária do imóvel para que devolvessem nosso dinheiro. Enviamos sempre por e-mail (para deixar registrado) os pedidos de devolução dos valores devidos, deixando claro que estávamos em contato com o Board. Como resultado dessa pressão, até o momento já recebemos quase 50% do valor pago. Ainda é pouco, mas pelo menos não é o prejuízo total que imaginamos ter.

Estamos avaliando se vamos ou não entrar com uma reclamação para recebermos o restante do dinheiro, além de uma possível compensação por outros danos materiais e por danos morais.

O grande aprendizado nesse caso é: não podemos ter receio de lutar pelos nossos direitos e temos onde procurar ajuda. Não é porque somos estrangeiros, residentes temporários ou permanentes que podem nos enganar, tirar vantagens ou abusar da nossa boa fé.

De modo geral e baseados em nossa experiência, listamos abaixo algumas dicas para alugar seu imóvel no Canadá com segurança e tranquilidade:

  1. NUNCA alugue um imóvel à distância. Mesmo que algum amigo tenha visitado o local, é importante que você veja o imóvel e a situação de conservação para uma locação imediata. Segure sua ansiedade, considere como despesa do seu “Plano Canadá” pagar até 30 dias de hotel caso necessário (hotel mesmo, temos relatos de pessoas que tiveram problemas graves também em sites de locação temporária). Por você e por sua família: não alugue nada sem ver pessoalmente e sem ter certeza das condições ATUAIS do imóvel, pois é um tipo de desgaste desnecessário para quem está chegando para morar em um novo país e tem tantas providências a tomar ao iniciar a nova vida.
  2. Sempre registre suas dúvidas sobre o contrato e condições do imóvel por e-mail ou em mensagens escritas.
  3. Leia com cuidado o contrato de locação. Questione, educadamente, qualquer coisa que tenha dúvida.
  4. Se tiver algum problema com o imóvel, mesmo após alugado, registre tudo com fotos e envie mensagens para o corretor e/ou landord por e-mail. Suas mensagens podem e devem ter um tom amigável, mas firme –  evite contatos informais. No caso de um litígio, você precisará de provas e até mesmo de testemunhas.
  5. Informe-se no site do LTB – Landlord and Tenant Board sobre seus direitos e obrigações como tenant. Independente de ter ou não problemas na locação, é importante que você conheça as regras do jogo.
  6. Procure, pessoalmente, o LTB em caso de dúvidas ou se achar que está sendo lesado. Não se intimide. Mesmo que você não domine o inglês, procure seus direitos.

A Livi do Blog Baianos no Pólo Norte recentemente escreveu dois posts ótimos com dicas para locação de imóveis no Canadá. Clique aqui e  aqui e confira – as informações são boas e atualizadas.

UPDATE Agosto/2018: encontramos uma empresa em Toronto que aluga excelentes imóveis mobiliados em condomínios ótimos. Você pode alugar a partir de 30 dias e por períodos mais longos. Eles são sensacionais e a gente recomenda muito, locamos com eles e estamos SUPER satisfeitos. A empresa se chama Toronto Suite Rentals e você pode falar com o Kenny. Contatos apenas em inglês, pois todo o staff é de asiáticos. São super profissionais, serviço de primeira!

E você? Já passou algum perrengue ou por situações positivas na locação de imóvel no Canadá? Tem dicas para ajudar a que outras pessoas não passem por situações difíceis em seu processo de housing? Compartilhe aqui conosco, deixe abaixo seu comentário.

 

 

 

Anúncios

Deixe uma resposta